30 março 2008

E Meca ultrapassou Roma

O Vaticano reconheceu que hoje há mais muçulmanos no mundo do que católicos. A matéria é da Agência Efe, e você pode conferir clicando aqui.

Segundo o Vaticano, hoje 17,4% dos habitantes do planeta professam a fé católica, contra 19,2% de muçulmanos. Mas, se juntarmos as outras correntes cristãs (ortodoxos, anglicanos e protestantes), o cristianismo ainda é maioria, com cerca de 33%.

Para quem acredita na doutrina da predestinação, como os presbiterianos, os números são relevantes, mas nem tanto. Afinal, acredito que é Deus quem determina o número dos salvos. Mas há alguns pontos a se considerar.

É preciso investir mais na obra missionária em países ou comunidades islâmicas. Em todos os países onde os muçulmanos são maioria, encontramos relatos de perseguições violentas a cristãos. Isso quando o cristianismo não é proibido de ser pregado. Além da salvação, os valores cristãos podem ajudar muito as sociedades islâmicas, em questões como, por exemplo, o papel da mulher.

Também seria interessante analisar de modo mais profundo porque o Islã tem conseguido tantos adeptos. A resposta não é apenas demográfica ou espiritual. Entender qual é o apelo islâmico pode ajudar os cristãos a compreenderem melhor que tipo de questão ou problema os muçulmanos estão respondendo melhor do que nós.

Nenhum comentário: