23 junho 2008

Mas, se Deus permite...(ou permitiu)

Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando. (Tiago 4:17).
Temos a tendência de pensar que o pecado é sempre uma ação. Pecamos quando fazemos algo de errado. Mas é fácil nos esquecermos que também pecamos por omissão, quando deixamos de fazer algo bom que sabemos que deve ser feito.

E minha experiência diz que uma das causas da omissão é o desejo de não assumir responsabilidades. Muitas vezes deixamos de lutar contra maus políticos, abusos na Igreja ou causas polêmicas e incômodas (aborto, homossexualismo, células-tronco, etc) usando Deus como desculpa.

Você já deve ter ouvido comentários do tipo "ah, mas se Deus permitiu":

1) Que o aborto seja algo socialmente aceito, então, não preciso lutar contra isso;
2) Que as pesquisas com células-tronco avançassem tanto e que a sociedade aceite o uso de células embrionárias, então, vamos aceitar isso e deixar acontecer;
3) Que o homossexualismo alcance tanto respaldo, que até o Governo Federal já fez um encontro nacional sobre o assunto, então, vamos parar de dizer que isso é pecado;
4) Que vivamos em uma sociedade com tanta liberdade sexual, então, vamos parar de condenar o sexo antes (e fora) do casamento.

Entre vários outros "se Deus permitiu".

E aqui eu preciso fazer uma ressalva. De fato, Deus permite muita coisa que Ele não concorda. Deus permitiu, entre outros:

1) A queda de Adão;
2) A escravidão dos negros na América;
3) O massacre de protestantes na Noite de São Bartolomeu;
4) Que Adolf Hitler matasse 6 milhões de judeus na Segunda Guerra Mundial;
5) Que o racismo tivesse crescido e se desenvolvido nos Estados Unidos e na África do Sul
6) Os conflitos étnicos na África, a ditadura de Mianmar, a execução de jovens no Morro da Providência, e muitos outros pecados que acontecem por aí.

Uma coisa que precisamos entender é que Deus permite sim que o homem peque e se destrúa. Deus adverte, mostra o caminho, mas não impede as pessoas de pecarem.

O cristão que se omite de defender o que é certo com o argumento de que "Deus permitiu" está é jogando a culpa e a responsabilidade de seus pecados em cima de Deus! Em outras palavras, o responsável é Deus...e eu não tenho responsabilidades sobre isso.

Não defender aquilo que é certo e direito, não se levantar para combater o que existe de podre em nosso mundo, cruzar os braços quando a injustiça reina...tudo isso é não fazer o bem que se sabe que deve fazer.

E, com toda certeza...isso é PECADO.