12 junho 2009

Vontade permissiva de Deus não existe!!! E João Calvino concorda com isso!

"Agora, o que vou dizer não deve causar estranheza: que Deus não somente previu a queda do primeiro homem e com ela a desgraça de toda a sua posteridade, mas também ele quis que assim fosse. Porque, assim como pertence à sua sabedoria ter pré-conhecimento de todas as coisas futuras, assim também pertence ao seu poder reger e governar todas as coisas com a sua mão.

Alguns recorrem aqui á diferença entre vontade e permissão e dizem que os ímpios perecem porque Deus o permite, não porque o quer. Mas, por que diremos que ele o permite, se não é porque o quer? Ainda mais quando se considera que não parece provável, em si mesmo, que seja por pura permissão, e não pela ordenação de Deus, que o homem recebe a condenação, como se Deus não tivesse ordenado qual seria a condição do ser que ele queria que fosse a principal e a mais nobre das suas criaturas! Não hesito, pois, em confessar com Agostinho que a vontade de Deus é a necessidade de todas as coisas, e que, necessariamente, o que ele ordenou e quis que sucedesse, assim como tudo quanto ele previu, certamente sucederá." (João Calvino, As Institutas, 3.8.22, p.52)

Um comentário:

Robson disse...

Mas aí você entra na questão:

- Deus faz tudo o que quer?
- Tudo o que acontece é porque Deus quer?

(Ah, só pra você não achar estranho eu vir de repente e sair comentando sem me apresentar, é que eu te descobri pela sua participação no pródcast do Ipródigo! Deus abençoe!)